Usina da Mulher

Três Segredos Para Quem Não Emagrece Com Dieta Ou Exercícios

Se você se mata de passar fome tentando emagrecer, ou se acaba nas academias lotadas sem ver quase nenhum resultado, então esse post será de grande ajuda.

Sabe, desde que 2019 começou, eu recebi diversos emails me dizendo algo mais ou menos assim:

“Dra. Estela, eu faço dietas, passo fome, faço exercícios e caminhada, mas não emagreço nada… ou se emagreço, perco muito pouco, e logo depois volta tudo e às vezes ainda mais! O que tem de errado comigo? Por que não consigo emagrecer?”

Olha, se esse for o seu caso, preste bastante atenção nas dicas que vou dar aqui, pois eu não só vou explicar o motivo do seu emagrecimento estar sendo bloqueado, como também vou explicar o que REALMENTE vai funcionar para o seu tipo específico de corpo.

Já vou começar quebrando alguns mitos: sim, pode ser o tipo de pessoa que não consegue emagrecer com dietas e exercícios!

Isso é mais comum entre a população brasileira do que podemos imaginar. Afinal, pense comigo, quantas pessoas você conhece que tentam emagrecer com esses dois métodos convencionais e não conseguem?

E não, essas pessoas não sofrem de “falta de vontade” ou “preguiça”.

Muitas delas se esforçam muito na academia e na cozinha.

Porém, cada corpo é um corpo, e enquanto algumas pessoas conseguem emagrecer passando fome ou suando na esteira, outras não.

A ciência já provou isso, tanto que um estudo da Academy of Medical Royal Colleges, no Reino Unido, que foi base para um artigo no British Journal of Sports Medicine (BMJ), provou que nenhum exercício físico, por mais intenso e longo que seja é equivalente ao emagrecimento natural.

Mas como acontece esse tal de “emagrecimento natural”? Neste post será possível aprender três dicas para emagrecer sem tocar um dedo nas academias, sem passar fome, sem fazer cirurgia ou usar remédios.

Essas três dicas são totalmente científicas, comprovadas, e são as mesmas que eu dou na minha clínica de nutrição aqui em São Paulo.

Elas são baseadas em mais de 21 anos da minha experiência pessoal como Nutricionista especializada em Emagrecimento Natural.

Além disso, são as mesmas dicas que são responsáveis por emagrecer mais de 1600 mulheres na minha clínica, que não conseguiam de jeito nenhum se livrar das roupas apertadas através de dietas restritivas ou exercícios.

Não se preocupe, essas dicas são naturais e orgânicas, e ao contrário dos “medicamentos milagrosos” para emagrecer e da cirurgia bariátrica, elas não possuem efeitos colaterais nocivos para a saúde.

E também, já vou avisando que não se trata de nenhuma fórmula mágica.

Fazer as pazes com o espelho não é algo fácil, e as dicas que vou dar aqui não vão diminuir quatro, seis, até mesmo 10 números de roupa em poucos dias, como prometem os medicamentos perigosos que a gente sempre vê por aí.

Na verdade, nós vamos focar aqui no emagrecimento natural, saudável, e lento. Temos que ter sempre a saúde em primeiro lugar. Porém, isso não significa resultados ruins ou demorados.

Na verdade, quem estiver disposta a testar o que vamos aprender aqui terá, sim, resultados bem bons e rápidos. Na minha clínica, por exemplo, mulheres chegam lá vestindo 46, e muitas delas saem vestindo 38.

Em um mês, algumas conseguem diminuir dois números de calça. Em seis meses, uns 6. E o melhor: com saúde em dia!

Já imaginou se isso acontecesse contigo? Pense só em todas as roupas lindas que poderia usar. Seria um sonho, não é mesmo? Mas bom, chega de conversa.

Vamos para as dicas:

A verdadeira razão pela qual nós engordamos

Antes de explicar os meus três segredinhos, eu preciso ensinar como a gordura surge no nosso corpo… pois só assim as coisas vão fazer sentido na sua cabeça!

Sabe, muita gente acha que nós engordamos porque comemos “coisas que engordam”, como pizza, chocolate ou coca-cola.

Outros acham que é porque não fazemos exercícios.

Ou porque comemos à noite, ou de manhã, ou sei lá o que.

Mas na verdade, a história não é bem assim.

De acordo com um estudo da Universidade de Michigan publicado no renomado jornal New York Times, existe apenas uma razão pela qual nós engordamos, chamada de “metabolismo”. O resto tudo é só papo furado para enganar induzir a compra de algo.

O metabolismo nada mais é que a quantidade de energia que gastamos durante o dia, ou seja, quantas calorias o seu corpo precisa para manter o seu cérebro e todos os seus órgãos vitais funcionando corretamente.

E bom, a verdade nua, crua e simples é a seguinte: consumindo mais calorias que seu metabolismo consegue gastar, nosso excesso de energia fica armazenado no seu corpo como gordura.

E se ingerindo menos calorias que seu metabolismo, a gordura do seu corpo vai ser convertida em energia. Consequentemente, há um emagrecimento natural.

Talvez alguém pense agora: “nossa, aprendi tudo isso só para ouvir que preciso comer menos? Eu já sabia desse negócio do metabolismo!”.

Mas calma, continue lendo para descobrir que não é só isso. Tem mais coisas que podemos aprender. Um exemplo disso é que não precisamos parar de comer coisas gostosas.

Isto porque seu metabolismo deve ser sempre superior à quantidade de calorias absorvidas durante o dia.

E existem muitos jeitos de fazer iss. Jeitos simples, fáceis e que grande parte da população não conhece. Maneiras que não envolvem passar fome, ou exercícios, ou cirurgias, ou nada que prejudique a saúde.

E hoje, eu vou te ensinar três desses jeitos, que são os meus três segredos que eu sempre recomendo aos meus pacientes.

Os dois primeiros focam em acelerar o seu metabolismo de forma natural, para que seu corpo consuma mais energia.

Afinal, pense comigo: duplicando o poder do seu metabolismo, seu corpo vai queimar duas vezes mais calorias do que atualmente. E aí, é possível continuar comendo exatamente a mesma coisa de sempre e emagrecer sem precisar levantar um dedo com exercícios chatos. Seu corpo vai fazer todo o trabalho!

O último direcionamento, que é o favorito dos especialistas é, focar em usar bloqueadores de calorias, uma substância natural que impede que seu corpo absorva as calorias da refeição.

São esses bloqueadores que vão dar mais resultados, isso porque acelerar seu metabolismo é difícil e demora. Porém, bloquear as suas calorias é algo que pode ser feito imediatamente, de um jeito rápido e fácil.

Com esses bloqueadores, é possível continuar comendo a mesma coisa, porém como seu corpo não vai conseguir absorver todas as calorias, acaba faltando energia para ele. E então o organismo começa a queimar a gordura da sua barriga.

Confira a seguir:

Sugestão 1 – Estudos afirmam os riscos dos óleos Vegetais Poliinsaturados:

Esse tópico ainda é controverso, mas estou me baseando nos estudos científicos mais confiáveis e recentes, como por exemplo o estudo do pesquisadores da Touro University, na Califórnia. A partir deste e outros estudos, juntamente com a minha experiência de mais de 21 anos como nutricionista, a conclusão é que os óleos vegetais como óleo de girassol, óleo de milho, enfim, aquele óleo de cozinha que todo mundo compra no supermercado, são tóxicos para o organismo.

Este estudo citado acima inclusive comprova que quanto mais óleo vegetal é consumido, menos vivemos!

Isto acontece porque esses óleos vegetais são gorduras poliinsaturadas que ao entrar em contato com a alta temperatura do nosso corpo, se transformam em radicais livres que danificam a nossa estrutura celular. Com isso eles desaceleram radicalmente o metabolismo!

Ingerir esse óleo é como tomar uma “poção mágica” que apenas nos deixa mais doentes, mais gordinhas, com roupas pequenas e insatisfeitas ao olhar no espelho.

É recomendado cortar o consumo de qualquer tipo de óleo vegetal poliinsaturado. Algumas clientes minhas só de eliminar esses tipos de óleos de suas dietas, sem mudar mais nada, já emagrecem uns bons quatro, seis, às vezes até oito quilos, isso porque o o metabolismo voltou a ser rápido como era antes.

Nessas horas, muita gente me pergunta: “mas como substituir óleos vegetais? Vou ficar sem cozinhar?”

Bom, eu gosto de usar óleo de coco neutro (aquele que não tem gosto) ou manteiga orgânica. A manteiga orgânica (que é feita com vacas que se alimentam de grama, e não de grãos) é mais cara, por isso geralmente foco no óleo de coco neutro. O óleo de coco também é um óleo vegetal, porém saturado. Ou seja, as propriedades são muito diferentes dos óleos “tradicionais”, e ele não se transforma em radical livre ao entrar no corpo.

Eu por exemplo uso da marca Copra, tipo extra-virgem. Veja na minha foto:

Óleo de coco extra-virgem da marca copra.

Esse óleo é muito fácil de achar, e em qualquer loja de produtos naturais ou supermercado tem. Por isso, não vou por o link para comprar aqui.

Sugestão 2 – Tome chá de jasmim pela manhã

O chá de jasmim é extremamente eficaz quando o assunto é acelerar nosso metabolismo, principalmente se consumido pelas manhãs.

Esse chá tem o poder de diminuir as células de gordura no nosso corpo, caso ingerido todos os dias.

Além disso, existem diversos outros benefícios do chá de jasmim, como por exemplo: ele alivia o estresse do dia-a-dia, previne a gripe, reduz o colesterol. Enfim, ele é tudo de bom!

Eu uso o chá Queen’s Jasmine, da marca Riston. Dá só uma olhadinha:

Chá de jasmim, ótimo para acelerar o metabolismo.

Ele é um pouco mais caro, porém foi o melhor que eu encontrei. Geralmente tomo um chá todos os dias, pelas manhãs, e é isso que recomendo que minhas clientes façam também.

Esse chá é encontrado no supermercado e também em lojas de produtos naturais, por isso, não vou colocar o link dele aqui.

Sugestão 3 – Use um bloqueador de calorias natural:

Até agora, que sabemos dois jeitos extremamente eficazes de aumentar a energia que seu corpo gasta durante o dia (ou seja, acelerar seu metabolismo).

Vamos para a parte dois do nosso artigo, onde eu explico como fazer para diminuir a quantidade de calorias absorvida, porém, sem parar de comer o que se gosta.

Antes da gente começar, diminuir as calorias que seu corpo absorve não significa comer menos, e muito menos passar fome.

Na verdade, existe um jeitinho de “impedir” que o seu corpo absorva uma parte das calorias das coisas de um jeito fácil, simples, e natural, chamado de “Bloqueador de Calorias”.

Sabe, os bloqueadores de caloria são, como o próprio nome diz, substâncias que “bloqueiam” as calorias dos alimentos que comemos.

Eles conseguem fazer isso porque esses bloqueadores têm a capacidade de se grudar magneticamente nas moléculas de proteínas, carboidratos e gorduras e então, impedir que elas sejam absorvidas pelo seu corpo.

Por isso, ao ingerir o bloqueador antes das suas principais refeições, conseguimos comer a mesma coisa de sempre, porém absorver muito menos calorias… e consequentemente, emagrecer sem fazer esforço algum.

Já pensou que maravilha? Ele é como um passe livre para comer tudo, sem se preocupar com as consequências.

Por causa dessa facilidade que, na minha opinião, os bloqueadores de calorias são a coisa mais eficiente que existe quando o assunto é emagrecer naturalmente.

Porém, existem diversos tipos de bloqueadores de calorias, devemos escolher o correto.

Se você escolher o bloqueador errado, até vai poder ver uma perda de peso boa, mas os resultados não serão os melhores.

E para escolher o bloqueador de caloria correto, precisamos entender um pouco sobre macronutrientes.

Muita gente sabe que nossos alimentos são compostos basicamente por três macronutrientes principais: os carboidratos, as proteínas e as gorduras.

Desses três, as gorduras são as que possuem maior quantidade de calorias. Uma grama de gordura possui nove calorias. Enquanto que uma grama de proteína e carboidrato tem apenas quatro calorias.

Ou seja: as gorduras são duas vezes mais calóricas que os carboidratos e as proteínas.

Por isso, devemos escolher o bloqueador de caloria certo, que é aquele especializado em bloquear gordura, e não aqueles que bloqueiam carboidratos ou proteínas! Pois aí, conseguimos bloquear a maior quantidade de calorias possível na sua refeição.

Eu já testei MUITOS bloqueadores no mercado, todos foram “bons”, porém o melhor de todos foi o Kifina, e é ele que eu venho indicando para as minhas pacientes desde então. Vou tirar uma foto dele:

Bloqueador de caloria chamado Kifina

O Kifina é um bloqueador de calorias focado em bloquear gordura, totalmente natural, e 100% aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A fórmula do Kifina funciona como um ímã de gordura, que vai sugando todas as gorduras dos alimentos, formando um gel.

Esse gel, então, é eliminado na ida ao banheiro. Simples, fácil, rápido, e sem dor.

Além disso, o Kifina não é um remédio, mas sim um suplemento natural. Por isso, ele não precisa de receita para ser adquirido, e não causa nenhum tipo de efeito colateral.

Porém, se quem é gestante, não deve ingerir o Kifina, pois ele pode bloquear algumas gorduras essenciais para o desenvolvimento do seu bebê, como os triglicerídeos de cadeia média.

O Kifina não tem em farmácias, e como existem muitas falsificações dele no Mercado Livre, Submarino e Americanas, eu vou ser obrigada a colocar o link para o site oficial deles aqui.

Então se você tem mais de 18 anos e quer adquirir o Kifina, CLIQUE AQUI PARA IR AO SITE OFICIAL. Lá tem um vídeo mostrando como o produto funciona no seu corpo, como ele consegue bloquear gordura, além de alguns depoimentos de pessoas que já usaram.

Eu vi que eles estão com uma promoção esta semana, então vale a pena aproveitar, pois é um bloqueador de gordura totalmente garantido, aprovado por mim e pelas minhas pacientes.

E tem mais uma coisa que achei muito legal! O Kifina vem com uma garantia de satisfação: eles confiam tanto no poder do produto que se o cliente não gostar de qualquer coisa nos primeiros 30 dias (qualquer coisa, até mesmo a cor das cápsulas), eles devolvem o valor total que foi pago, mesmo que não haja mais nenhuma cápsula! Basta enviar um email para contato@kifina.com.br e solicitar o reembolso.

Bom gente, chegamos ao final do artigo.

O óleo de coco da marca Copra, mais o chá de jasmim da marca RISTON, e o bloqueador de gordura Kifina são os meus três segredinhos para emagrecer sem ter que parar de comer o que se gosta.

Os três segredinhos para quem não consegue emagrecer com dietas ou exercícios.

E agora que já conhecemos eles, é possível ser livre para usar e abusar dessas técnicas. Boa sorte!

Meninas, chegamos no final do artigo. Gostou? Comente abaixo o que achou e respondo a todos!

Um beijo,

Estela.

LINK PARA O SITE DO KIFINA

 

Fontes: http://www.aomrc.org.uk/doc_download/9821-exercise-the-miracle-cure-february-2015.html

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4744652/

https://examine.com/supplements/psyllium/

 

Termos de Uso | Politica de Privacidade
GRP Digital  © Todos os Direitos Reservados